Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas?

Por 19 de novembro de 2021Auding Idiomas

Você sabe exatamente o que é o Quadro Europeu Comum de Referência para as Línguas (ou em Inglês, Common European Framework of Reference for Languages – CEFR) ? Sabe se ele se aplica ou não ao idioma que você está estudando? É bem provável! Trataremos de tudo isso nesse artigo – e um pouco mais…

O QUE É O QECR / CEFR?

Resultado de um trabalho iniciado em 1991 pelo governo federal da Suíça, o documento de instituição do CEFR foi elaborado pelo Conselho da Europa e apresentado no ano de 2001, na celebração da ocasião do Ano Europeu das Línguas. As bases teóricas do CEFR são baseadas no trabalho de renomados filósofos da linguagem, como Wittgenstein, e sociolinguistas, como Dell Hymes.

Em aspectos de linguagem, o CEFR está dividido em três tipos, no que diz respeito às suas competências linguísticas e comunicativas, a saber: competência linguística, competência sociolinguística e competência pragmática.

Basicamente, o CEFR está voltado para a compreensão acerca do domínio de determinada língua por cada pessoa, em suas mais variadas formas e aptidões, e como classificar de maneira padronizada tais domínios, através de níveis específicos. Cabe mencionar que o CEFR avalia apenas estudantes estrangeiros de uma determinada língua, não nativos; e diferentemente do que a maior parte das pessoas acreditam, o CEFR não serve somente para a Língua Inglesa, como também para praticamente todas as demais existentes no mundo inteiro.    

 QUAIS SÃO OS NÍVEIS DO CEFR?

Conforme mencionado anteriormente, o CEFR serve como uma régua, nivelando os estudantes que estão aprendendo um idioma, de modo a definir nível/subnível e descrever o que cada aluno é capaz de fazer dentro de 4 competências/habilidades: Falar, Escrever, Ler e Escutar. A divisão geral de classificação do nível se dá em 6 categorias (A1, A2, B1, B2, C1 e C2), onde cada dupla de categorias (A1 e A2, por exemplo) integra um dos grandes blocos seguintes: nível Básico (A1 e A2), Intermediário (B1 e B2) e Avançado (C1 e C2). Veja abaixo o quadro:

Fonte: www.professoralemao.com.br

Leia abaixo o que você será capaz de fazer ao concluir cada um dos 6 níveis!

A1 – Básico

A2 – Elementar (ou o famoso ‘falso iniciante’)

B1 – Pré Intermediário

B2 – Intermediário

C1 – Pós-Intermediário

C2 – Avançado

Escrito por: Italo Medeiros Decottignies

Fontes:

www.cambridgeenglish.org

BERTIN, Jean-Claude. Second Language Distance Learning and Teaching: Theoretical Perspectives and Didactic Ergonomics. Berlim: IGI Global. 2010. ISBN 978-1-61520-708-4.

JIMENEZ, Carlos César. O Quadro Comum Europeu de Referência para as Línguas e a compreensão teórica do conhecimento da linguagem: exploração de uma normatividade flexível para empreender ações educativas. México: Universidad Nacional Autónoma de México. 2011.

Comentários

Posts Relacionados

Deixe um Comentário